Aula 40/41b – A VIDA NO MUNDO ESPIRITUAL 1

A VIDA NO MUNDO ESPIRITUAL 1

olhardoparaiso_51

“À proporção que o homem compreende melhor a vida futura, o temor da morte diminui; uma vez esclarecida a sua missão terrena, aguarda-lhe o fi m calma, resignada e serenamente. A certeza da vida futura dá-lhe outro curso às idéias, outro fi to ao trabalho; antes dela nada que se não prenda ao presente; depois dela tudo pelo futuro sem desprezo do presente, porque sabe que aquele depende da boa ou má direção deste.” (O Céu e o Inferno.  Primeira Parte, cap. II, item 3)

“Os Espíritos que necessitam de melhoria intelectual e moral retornam inúmeras vezes à experiência reencarnatória. No espaço de tempo compreendido entre uma e outra reencarnação eles não se fixam numa determinada localidade no plano espiritual, em decorrência do aprendizado que necessitam desenvolver. Nessa situação, recebem a denominação de Espíritos errantes.”

APOSTILA EPM – Programa I · Módulo IV

 A Vida no Mundo Espiritual
Roteiro 1: A desencarnação
Roteiro 2: A vida no além-túmulo: os Espíritos errantes 
Roteiro 3: As regiões de sofrimento no plano espiritual
Roteiro 4: As comunidades espirituais devotadas ao bem

REFERÊNCIAS (A DESENCARNAÇÃO)

1. KARDEC, Allan. O Céu e o Inferno. Tradução de Manuel Justiniano Quintão. 45. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2000. Primeira Parte, cap. II, item 3, p. 21.
2.______. Item 4, p. 21-22.
3.______. Segunda Parte, cap. I, item 1, p. 166.
4.______. Item 4, p. 167.
5.______. ltem 6, p. 168-169.
6.______. Item 7, p. 169.
7.______. O Livro dos Espíritos. Tradução de Guillon Ribeiro. 80. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1998. Questão 154, p. 114.
8.______. Questão 155, p. 114-115.
9.______. O que é o Espiritismo. 42. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2000. Cap. III, pergunta 145, p. 207-208.
10.______. p. 208.
11. BOZANNO, Ernesto. A Crise da Morte. Tradução de Guillon Ribeiro. 8. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1996, p. 23-37.
12. CALLIGARIS, Rodolfo. Páginas de Espiritismo Cristão. 2. ed. Rio de Janeiro:
FEB, 1983, p. 73.
13. CARDOSO, Gilberto Perez. Cremação de cadáveres. Reformador. Ano 97, nº 1.802. Rio de Janeiro: maio de 1979, p.32.
14. DENIS, Léon. O Problema do Ser, do Destino e da Dor. 23. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2000. Primeira Parte (O Problema do Ser), cap. X (A morte), p.129.
15. IMBASSAHY, Carlos. O Que é a Morte? 2. ed. São Paulo: EDICEL, 1979, p. 22 (Suícidio).
16. NOBRE, Marlene S. Lições de Sabedoria: Chico Xavier nos 23 anos da Folha Espírita. São Paulo: Editora Jornalística Fé, 1997, p. 47 (Doações de órgãos).
17. ______. p. 47-48.
18. PERALVA, Martins. Estudando a Mediunidade. 20. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1998. Cap. XXXIV (Desencarnação), p. 177.
19. ______. p. 178.

20. ______. p. 178 -179.
21. XAVIER, Francisco Cândido. Nos Domínios da Mediunidade. Pelo Espírito André Luiz. 24. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1997. Cap. 21 (Mediunidade no leito da morte), p. 233-242.
22.______. Voltei. Pelo Espírito Irmão Jacob. 19. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1999. Cap. 2 (À frente da morte.), p. 25-33.
23.______. p. 31.
24.______. p. 31.

REFERÊNCIAS (ESPÍRITOS ERRANTES)

1. KARDEC, O Livro dos Espíritos. Tradução de Guillon Ribeiro. 80. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1998. Parte Segunda, questão 85, p. 83.
2.______. Questão 89, p. 84.
3.______. Da vida espírita, questão 224, p. 154.
4.______. Questão 226, p. 155.
5.______. Questão 227, p. 155-156.
6.______. Questão 247, p. 162.
7.______. Questão 249, p. 162-163.
8.______. O Livro dos Médiuns. Tradução de Guillon Ribeiro. 68. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2001, segunda parte. Cap. VIII, item 126, p. 164.
9.______. Itens 126 a 131, p. 164-173.
10. PEREIRA, Yvonne. A. Devassando o Invisível. 13. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2003, Cap, II (Como se trajam os Espíritos), p. 47.
11. XAVIER, Francisco Cândido. e VIEIRA, Waldo. Evolução em dois Mundos. Pelo Espírito André Luiz. 18. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1999, primeira parte. Cap. XII, (Alma e desencarnação), p. 89.
12. ______. p. 90.
13.______. Item: Lei de causa e efeito, p. 94.
14.______. Cap. XIII (Alma e fl uidos), Item: Fluidos em geral, p. 95.
15.______. Item: Fluido vivo, p. 95.
16.______. p. 95-96.
17.______. Item: Vida na Espiritualidade, p. 96-97.
18.______. p. 97.
19.______. Segunda Parte, Cap. I (Alimentação dos Desencarnados), p. 168-169.
20.______. p. 169.
21.______. p. 169-170.
22.______. Cap. II (Linguagem dos desencarnados), p. 171.
23.______. p. 172.
24.______. Cap. III (Corpo espiritual e volitação), p. 173.

25.______. Cap. IV (Linhas Morfológicas dos desencarnados), p. 176.
26.______. p. 177.
27.______. Cap. X (Disciplina afetiva), p. 189-190.
28.______. Libertação. Pelo Espírito André Luiz. 28. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2005.
Cap. 20 (Reencontro), p. 325.
29.______. Nosso Lar. Pelo Espírito André Luiz. 55. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2005.
Cap. 9 (Problema de alimentação), p. 64-65.
30.______. Cap.10 (No bosque das águas), p. 67.
31.______. Voltei. Pelo Espírito Irmão Jacob. 23. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2003, Cap. 9 (Esclarecimentos), item: Reanimado, p. 90.
32.______. Cap. 15 (No templo), item: Momentos divinos, p. 144.
33.______. p. 145-146.
34.______. Cap. 16 (A palavra do companheiro), p. 147-148.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.